HIPERTROFIA DE CORNETOS

Os cornetos ou conchas inferiores são projeções ósseas alongadas e revestidas de mucosa que ficam na parede lateral da cavidade nasal. Têm a função de umidificar e remover impurezas do ar que inspiramos. Conseguem regular o fluxo aéreo “murchando” ou “inchando” sua mucosa, e com isso diminuindo ou aumentando o espaço dentro da fossa nasal.

O “inchaço” dos cornetos inferiores aumenta (hipertrofia) seu tamanho. Na maioria das vezes essa hipertrofia acontece por inflamação crônica da mucosa nasal desencadeada por processos alérgicos, irritantes nasais, medicamentos, alterações hormonais e sinusites.

Principais sintomas causados pela hipertrofia de cornetos:

- Obstrução nasal crônica
- Secreção nasal abundante
- Retenção de secreções nasais
- Ronco
- Boca Seca
- Sensação de secreção posterior
- Pigarro

Em alguns casos um tratamento clínico pode fazer com que os cornetos regridam para seu tamanho normal, mas outras vezes essa hipertrofia é irreversível só com medicamentos, sendo necessária a redução cirúrgica do tamanho do corneto. Essa cirurgia é chamada de turbinectomia.

A turbinectomia é feita por dentro do nariz e atualmente usamos endoscópios para uma melhor visualização permitindo na maioria dos casos que o paciente saia sem tampão nasal da cirurgia.


Dra Renata Lopes